Apresentação


Educação: as asas da Transformação

Para Sócrates todo conhecimento de uma pessoa está incubado nela. O Educador é o facilitador que permite ao educando descobrir em si o que ele tinha e não sabia de possuir. A maravilha da descoberta! Nasce o saber como uma árvore de uma semente. O processo não é mecânico, não é simples nem espontâneo, mas precedido por muita reflexão, com sequência de erros e correções, reflexão e de diálogo com outros pesquisadores. Nenhum pesquisador trabalha sozinho, sem alimentar contatos com grupos de pesquisa. Os resultados são tanto mais relevantes, quanto mais sinergia for produzida no grupo de pesquisa ou entre grupos de pesquisa.

A pesquisa não somente faz germinar as intuições, que podem ser espontâneas ou consequência de noites mal dormidas onde as reflexões do dia se conectam em nível subliminar e se tornam ideias criativas. A pesquisa se desenvolve num processo de criação-intuição e de muito suor de trabalho sistemático e comparativo.

A metodologia apresenta os parâmetros entre os quais, o que se cria ou desenvolve, possa ser considerado de valor científico e possa ser comparado com outras pesquisas sobre os mesmos assuntos. O grande quebra cabeça das novas descobertas se completa, pouco a pouco, com a colaboração de muitos e muitos grupos de pesquisa. O pesquisador isolado não é mais considerado capaz de realizar o progresso de uma pesquisa abrangente, pois a complexidade atual da ciência perpassa a capacidade de uma só pessoa. Cada pesquisador se aprofunda sobre um aspecto restrito da pesquisa a ser realizada, dentro de um projeto maior.

Eu considero a situação atual da pesquisa muito linda porque estimula o pesquisador a ser humilde, resistindo à pecha do orgulho e a negar colaboração. Realizam-se assim os velhos ditados: “Cada cabeça uma sentença”, “Duas cabeças pensam melhor do que uma só” e “Ninguém é dono da verdade”. Ou ”O sonho de um continua sonho, o sonho de muitos torna-se realidade!”

A Educação é o processo de estimular, de forma sistemática e criativa, as capacidades reflexivas das pessoas, sem aprisionar suas intuições em gaiolas de normas técnicas sem saída, mas fazendo com que essas normas disciplinem as explosões do pensamento criativo e original, para que não se percam, escapem do controle e deixem de somar com a construção sistemática de um conceito novo, de uma inesperada descoberta.

A Educação deve ser respeitosa e humilde, estimulante e aberta ao novo, ao diferente, às vezes em contraste com posições que pareciam definidas.

Os Encontros Científicos, Congressos, Simpósios são preciosas oportunidades para o nascer de novos espíritos pesquisadores, para debater as conclusões de vários grupos, para serem as asas do progresso científico. Parabéns, aos que participarem, aos que apresentarem e debaterem. Vocês ajudam as asas do progresso a alcançar alturas maiores e horizontes incomuns.

Pe. Dr. Giulio Boffi
Vice-Reitor e Diretor Geral do UniSALESIANO